O Serviço Santifica

Elder Mark A. Gilmour, Inglaterra Setenta de Área
Elder Mark A. Gilmour, Inglaterra Setenta de Área

Recentemente, em muitas áreas da nossa vida, a mudança foi-nos imposta e, embora nem todos tenhamos estado no mesmo barco, todos estivemos nas mesmas águas agitadas pela tempestade.  Por vezes, tenho lutado para saber exatamente como proceder, seguir em frente, ser produtivo e adaptar-me às mudanças que têm ocorrido na minha vida. 

Tal como eu, talvez tenham tido nos últimos meses oportunidades de procurar orientação e compreensão do Senhor em diferentes assuntos, para navegar em situações e circunstâncias que têm sido estranhas e únicas.  Talvez também tenham sentido que este tempo foi uma oportunidade de refinamento e santificação, um tempo para nos aproximarmos do nosso Pai Celestial, sermos melhores discípulos de Cristo.  Mensagens consistentes do Presidente Nelson, dos irmãos dos Doze e dos Presidentes das organizações encorajaram-nos a “Ouvi-Lo”1 para nos ajudar a navegar desta vez.  Uma das competências mais importantes que podemos aprender e aperfeiçoar nesta vida é como ouvimos a voz e os sussurros do Senhor.  Ouvir, escutar e agir de acordo com essas indicações dar-nos-á a oportunidade de sermos refinados e santificados.

Na minha experiência, vi que o Senhor tem estado muito disposto a partilhar a Sua vontade e orientação quando se trata de construir o Seu reino. O Presidente Nelson partilhou o mesmo sentimento encorajando-nos a procurar a revelação2.  Descobri que a revelação flui mais fácil e rapidamente quando oro e procuro orientação em relação a servir os outros, seja em chamados ou a pensar noutra pessoa, do que quando oro pela minha própria vontade e circunstâncias. 

O Elder Dieter F. Uchtdorf, enquanto servia na 1ª Presidência, ensinou:

“Muitas vezes, a resposta [à] nossa oração não vem quando estamos de joelhos, mas quando estamos de pé, servindo ao Senhor e servindo àqueles que nos rodeiam.  Os abnegados atos de serviço e de consagração refinam [o] nosso espírito, removem as escamas dos nossos olhos espirituais e abrem as janelas do céu.  Ao tornar-nos a resposta da oração de outra pessoa, é comum encontrarmos a resposta para a nossa própria oração.” 3

O poder santificador do espírito está à nossa disposição à medida que procuramos saber como podemos ministrar mais eficazmente aos que nos rodeiam, sejam eles familiares, amigos, vizinhos, a nossa comunidade, ou os que estão ao nosso cuidado através dos nossos chamados.  À medida que nos tornamos mais sensíveis às necessidades dos outros, tornamo-nos mais sensíveis ao Espírito, o que por sua vez nos ajuda a responder ao apelo do Hino para sermos “mais pronto(s) a amar”4./termos “mais força em Jesus” Tenho experienciado que quando nos aproximamos do Senhor com uma oração a respeito de como podemos prestar assistência ou abençoar o outro, Ele responderá prontamente a essa oração.  Podem também vir numa altura em que a vontade de agir vem sem a oração específica anterior, a simples fé para ir e fazer o bem é recompensada para ambos.  A Irmã Sylvia Allred, ex-conselheira da Presidência Geral da Sociedade de Socorro, assim o descreveu:

“O puro amor de Cristo se expressa quando prestamos serviço abnegado. A oportunidade de ajudar-nos uns aos outros é uma experiência santificadora, que exalta o que recebe e torna humilde o que doa”. 5

O Presidente Thomas S Monson, disse uma vez que as oportunidades de dar de nós próprios são ilimitadas, mas são também perecíveis. A minha oração é que possamos tornar-nos merecedores da confiança do Espírito Santo para ouvirmos as instruções para agir e tornarmo-nos a resposta à oração de outra pessoa que, por sua vez, nos proporciona uma experiência enriquecedora e santificadora.

 


1 - Ver Ouve-O mensagens em www.ChurchofJesusChrist.org/hearhim

2 -   Revelação para a Igreja, Revelação para as nossas vidas, Russell M Nelson, Conferência Geral, Abril de 2018

3 -  À espera na estrada para Damasco  Dieter F Uchtdorf, Conferência Geral, Abril de 2011

4 - Mais vontade dá-me – Hino 75 do Hinário

5 -  A Essência do Discipulado – Silvia H. Allred, Conferência Geral, Abril de 2011 

Devocional de Natal da 1ª Presidência – Dezembro de 2008